Blog Nathfarma

Dor na articulação

Dor na articulação: o que é, quais as causas e como tratar

A dor na articulação pode ser proveniente de doenças, lesões pré-existentes, traumas e, ainda, de desgaste articular, causados pelo envelhecimento natural do corpo.

Sentir dores articulares significa, a cada movimento realizado pelo corpo, ter como resultado a sensação de incômodo e de desconforto.

Embora mais relacionada ao avanço da idade, qualquer pessoa em qualquer fase da vida pode experimentar dor na articulação e é sobre isso que vamos falar hoje.

O que é a dor na articulação?

A dor na articulação é aquela sentida nas “dobradiças” do nosso corpo, seja quando fazemos algum movimento, atividade ou até mesmo quando permanecemos muito tempo em uma mesma posição.

Esse tipo de dor pode ser causada por desgaste ósseo, perda de cartilagem, traumas, sobrepeso, infecções e inflamações, sejam causadas por agentes externos, como vírus e bactérias, sejam causadas por doenças pré-existentes.

A dor na articulação pode comprometer com seriedade a nossa qualidade de vida, o que torna essencial o cuidado e a atenção com o nosso próprio corpo.

Quais as articulações mais afetadas pelas dores?

As articulações mais afetadas pelas dores são os joelhos, cotovelos e ombros, que são aquelas que mais “trabalham” conosco em nosso dia a dia, carregam nosso peso e suportam o estresse das atividades diárias.

Embora as dores nas articulações possam aparecer em qualquer lugar do nosso corpo, essas são as áreas mais “estressadas” pelas nossas atividades diárias e, portanto, devem ser foco do nosso cuidado e constante vigilância.

Lesões e doenças que afetam as articulações

São muitas as situações de saúde que podem causar dor nas articulações e devemos estar atentos para elas, investigando nosso estado de saúde em geral e sempre que tivermos algum sintoma, buscando ajuda de um médico de nossa confiança.

As doenças mais comuns que podem causar dores articulares são:

Saiba mais: Imunidade baixa: sintomas e qual a melhor forma de evitar

Artrite reumatóide

A artrite reumatóide é uma doença autoimune que em que nossas células de defesa acabam por atacar as células que compõem os tecidos cartilaginosos, que são os amortecedores naturais das nossas articulações.

Quando a artrite reumatóide se manifesta, ocorre a degradação desses tecidos que deveriam proteger nossas articulações – ossos e tendões -, fazendo com que um quadro de dor se instaure.

Por conta disso e por conta da gravidade dessa situação médica, é fundamental que a qualquer sinal de dor persistente, contínua, com estalos e que aumenta ao longo do dia deve ser devidamente acompanhada por um médico.

Tendinite

Nossos tendões são ligados às nossas articulações, permitindo que, conjuntamente com nossos músculos, possamos fazer os mais variados movimentos e atividades corpóreas.

No entanto, quanto mais repetitivos forem esses movimentos, maior poderá ser a chance de uma pessoa saudável desenvolver um quadro inflamatório nesses tecidos, desenvolvendo a chamada tendinite.

A tendinite pode ser uma condição passageira, de fácil solução, mas a depender do quadro sintomático pode exigir fisioterapia, sessões de ultrassom na região afetada e, ainda terapias medicamentosas e alternativas, como pilates e acupuntura.

Fibromialgia

A fibromialgia é uma doença sistêmica, que pode ser considerada como uma síndrome reumatológica, que afeta o corpo da pessoa acometida com dores musculares e articulares intensas, impossibilitando, muitas vezes, a execução de atividades rotineiras.

Por ser considerada uma síndrome, distúrbios do sono, ansiedade, depressão, complicações relacionadas à motilidade intestinal também podem ser percebidas, o que muitas vezes dificulta a definição de um diagnóstico.

Aproximadamente 2% da população mundial sofre com fibromialgia, que é uma doença que acomete, em sua maioria, mulheres jovens.

Saiba mais: Própolis vermelho: saiba quais os benefícios e como usar

Fibromialgia

Lúpus

O lúpus é uma doença autoimune, que causa inflamações por todo o corpo e que são, em sua predominância, mais centralizadas em nossas articulações, causando quadros de artrite – doença inflamatória da articulação.

Essa é uma condição de ordem genética, não podendo ser evitada, mas que possui tratamento clínico que coloca o ataque sistêmico do corpo ao próprio corpo em suspensão, podendo ser tratado de forma adequada todo o quadro sintomatológico.

Lesões no esporte

As lesões causadas nos esportes também podem deixar como resultado para o nosso corpo a sensação de dor constante nas articulações, sobretudo nos joelhos, ombros e cotovelos.

Para prevenir essas lesões tão comuns é fundamental que o esportista esteja atento à ergonomia do esporte, bem como às suas posturas tão necessárias para evitar lesões.

Além disso, a suplementação com colágeno tipo II se faz fundamental para a prevenção do desgaste articular.

Lesões causadas pela idade

O avanço da idade também faz com que lesões surjam nas articulações. 

Embora mínimas, com o passar do tempo esses traumas podem se tornar rapidamente dores que impedem as atividades mais comuns e corriqueiras, como abaixar-se ou subir e descer escadas.

Por conta disso, cultivar hábitos saudáveis, como praticar atividade física e ter uma vida ativa, são tão essenciais para o nosso corpo, pois preparamos ele para uma velhice sem dor.

Dores nas articulações

Doenças causadas por vírus e bactérias

Infecções virais ou bacterianas também podem fazer com que a dor articular surja e devem ser investigadas tão logo sejam descartadas situações de saúde como artrite, tendinite e outras mais complexas, como lúpus.

Algumas DSTs, por exemplo, podem causar dor na articulação, o que reforça sempre a ideia de prevenção como solução para problemas de saúde mais graves e complexos.

Saiba mais: Vitamina D Manipulada: Benefícios, Como Tomar e Outras Dúvidas

Qual o tratamento recomendado para aliviar dor na articulação?

O tratamento recomendado para a dor articular depende da condução do tratamento, que é exclusiva da decisão médica e, ainda, dos profissionais que acompanham o seu cuidado, como fisioterapeutas e educadores físicos.

A mudança de hábitos, mudanças alimentares e remédios fitoterápicos também são essenciais para o paciente ter seu tratamento resguardado, de forma multidisciplinar. 

Assim, é possível não só tratar a dor articular, como preveni-la.

Aliviar dor nas articulações

Existe uma maneira de prevenir a dor nas articulações?

A maior prevenção para as dores articulares não surgirem é o controle rigoroso da nossa saúde, investigação, junto a médicos, do estado de saúde em geral e, ainda, manutenção de hábitos saudáveis, tais como atividade física, alimentação saudável e, ainda, bem-estar geral.

Buscar por qualidade de vida é, certamente, um dos maiores exercícios de prevenção de dores no corpo, sejam elas articulares, musculares ou, ainda, de inflamações, como tendinites. 

Além disso, a utilização de nutracêuticos, vitaminas e medicamentos fitoterápicos podem contribuir com a diminuição de quadros inflamatórios, que podem acabar por contribuir com a manutenção da saúde do seu corpo.

A NathFarma leva o melhor das farmácias de manipulação diretamente para a sua casa. Faça agora um orçamento para a sua receita!

Conclusão

A dor na articulação dá sinais de que nosso corpo está precisando de mais atenção. Seja por causas inflamatórias, doenças autoimunes, ou mesmo por conta do excesso de peso, há sempre uma tônica: mais cuidado.

Tirar o pé do acelerador, buscar por uma vida mais tranquila, por bem-estar, prática de atividade física e por soluções não convencionais pode contribuir com a restituição da nossa qualidade de vida, eliminando da cena a dor na articulação.

1 comentário em “Dor na articulação: o que é, quais as causas e como tratar”

  1. Pingback: Orlistate emagrece? Descubra quem pode tomar e os cuidados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Instagram
Rolar para cima