Blog Nathfarma

minoxidil: o que é e como usar para queda de cabelos

Minoxidil: o que é, como usar e principais recomendações

O Minoxidil caiu nas graças das pessoas quando um dos seus efeitos colaterais foi descoberto: o crescimento de pelos! Saiba tudo sobre o medicamento!

Quando lançado, o Minoxidil era um medicamento voltado ao tratamento da hipertensão. No entanto, logo que os primeiros usuários começaram a utilizá-lo, um interessante efeito colateral foi percebido.

Entre esses primeiros pacientes medicados com Minoxidil logo se percebeu o aumento dos pelos e o nascimento de novos fios até entre aqueles já calvos. Assim, logo o interesse das pessoas mudou.

Antes, o que era um medicamento para regular a pressão arterial logo se tornou uma esperança para as pessoas que sofriam com a queda de cabelos e a dificuldade de deixar a barba uniforme.

Hoje vamos tratar do Minoxidil, esse queridinho das pessoas que querem cabelos mais volumosos, barba cheia e acertar os ponteiros com a sua autoestima!

Para que serve e como o Minoxidil funciona?

Logo que lançado, o Minoxidil era um tratamento para pessoas com um quadro de hipertensão, devido ao seu efeito dilatador de vasos sanguíneos. Com essa especificidade de sua natureza farmacológica, o Minoxidil faz com que o sangue chegue mais rápido e em maior quantidade ao coração do paciente.

Assim, ele é um ótimo aliado das pessoas hipertensas com risco de infarto. No entanto, um dos seus efeitos colaterais foi rapidamente percebido: o remédio, uma vez utilizado, fazia com que pelos crescessem pelo corpo todo.

Assim, logo que a indústria percebeu esse efeito colateral, rapidamente adequou a fórmula do medicamento para atender a um mercado cada vez maior: o da estética.

Os melhores produtos para tratamento dos seus cabelos estão aqui na NathFarma. Acesse nosso site e compre agora!

Principais benefícios do Minoxidil

Entre os principais efeitos do medicamento temos, certamente, a recuperação de pessoas em um estágio moderado de calvície, que narram que, com o uso prolongado do Minoxidil, fios de cabelo começaram a nascer.

O medicamento, no entanto, também possui outras finalidades, tais como:

  • Correção de falhas capilares;
  • Normalização do crescimento da barba;
  • Correção de falhas em sobrancelhas.

Quem pode usar?

Tanto homens quanto mulheres podem utilizar Minoxidil, e para diferentes necessidades que os públicos possam apresentar.

No entanto, o que varia entre o uso de cada grupo é a dosagem da aplicação, que deve ser definida pelo médico dermatologista que acompanha cada caso individualmente.

Isto se dá, sobretudo, por conta da forma de atuação do medicamento, que varia conforme cada corpo.

Como usar o Minoxidil no cabelo feminino?

como aplicar o minoxidil no cabelo feminino: orientações

A utilização do Minoxidil no cabelo feminino deve ser realizada conforme a orientação do médico que acompanha o caso, especificamente.

É necessário que ele seja manipulado em uma dosagem diferente da dosagem geralmente aplicada para homens e, para as mulheres, não há uma dosagem menos concentrada já comercializada.

Portanto, as mulheres que irão fazer uso do Minoxidil devem ter uma receita com validade encaminhada a uma farmácia de manipulação de confiança da paciente. A aplicação deve ser feita sempre com o couro cabeludo limpo e devidamente seco, seguindo a recomendação do médico que indicou.

O mesmo se aplica à sobrancelhas e também a outras partes do corpo em que se deseje fazer a correção do crescimento dos pelos. É importante frisar que um dos efeitos colaterais causados pelo mau uso do medicamento é o crescimento de pelos faciais nem sempre desejados.

Portanto, siga estritamente a recomendação de uso prescrita pelo médico e evite excessos.

Minoxidil para barba

O tratamento para a correção ou crescimento dos pelos faciais deve ser feito seguindo estritamente as recomendações do médico que prescreveu e que irá acompanhar cada caso.

A aplicação, normalmente, é feita de forma bastante parecida com a aplicação feita nos cabelos.

A pele do rosto deve estar sempre limpa e seca ao receber o medicamento, que deve ser deixado por um período de tempo ainda em ação.

Recomenda-se que, por ser um medicamento, o homem sempre lave o rosto ao se expor ao sol e, preferencialmente, utilize um protetor solar específico para o rosto, uma vez que o medicamento pode sofrer uma ação inesperada na pele queimada.

É importante frisar, ainda, que, diferente da finasterida, o Minoxidil não causa qualquer problema ou sequer interfere na produção de gametas masculinos.

Portanto, enquanto fizer uso do medicamento, o homem deve tomar todas as precauções necessárias em relação à sua saúde reprodutiva, uma vez que o medicamento não tem qualquer relação com sua vida sexual.

Como deve ser feito o tratamento com o Minoxidil

minoxidil: como deve ser feito o tratamento

O tratamento feito com Minoxidil varia conforme cada caso, conforme cada etapa do tratamento e, sobretudo, conforme os primeiros resultados obtidos.

Portanto, é muito importante que cada pessoa que deseja corrigir falhas capilares, de sobrancelha ou de barba, ou que ainda deseje tratar a calvície, tenha a devida orientação médica antes de fazer uso do medicamento.

Recomendações de uso

As recomendações de uso são variáveis conforme a necessidade de cada paciente e devem ser analisadas previamente por um médico especialista. No entanto, sabemos que os pacientes em fases iniciais de tratamento costumam utilizar fórmulas com concentração de 5%, duas vezes ao dia.

Como o medicamento requer os cabelos secos e limpos, pode ser necessário que o paciente mude alguns hábitos em relação à higienização do couro cabeludo. Não é raro que o médico especialista também faça recomendações em relação ao tipo de shampoo a ser utilizado pelo paciente.

Se este for seu caso, é importante seguir devidamente as orientações do médico da sua confiança, sobretudo porque são elas que irão definir e assegurar a eficácia do seu tratamento.

Contraindicações do Minoxidil

O Minoxidil possui algumas contraindicações comuns e outras que devem ser orientadas diretamente pelo médico dermatologista, como as interações medicamentosas e, ainda, pela avaliação do estado da pele do paciente.

Em relação às contraindicações mais comuns, destacam-se:

  • O medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas, pois pode gerar mal formação fetal;
  • Não deve ser utilizado por lactantes, por conta da composição da fórmula;
  • O mesmo medicamento não pode ser utilizado em homens e em mulheres, dada a sua concentração. Portanto, não compartilhe-o com seu parceiro ou parceira!;
  • Minoxidil é um medicamento e não pode ser utilizado por pessoas que tenham qualquer relato ou história de alergia por qualquer um dos componentes de sua formulação;
  • Não se deve utilizar o medicamento caso a queda de cabelo for abrupta e tiver origem desconhecida – e o mesmo vale para outras aplicações do Minoxidil;
  • O medicamento não deve ser aplicado se a pele ou o couro cabeludo apresentar irritação, lesões, machucados, infecções ou descamação prévia;
  • Se você já estiver fazendo uso de outro medicamento de uso tópico deve informar imediatamente o seu médico dermatologista a fim de avaliar a possibilidade de utilização do Minoxidil.

Quais os efeitos colaterais do Minoxidil?

Como todo medicamento, o Minoxidil possui efeitos colaterais. Trouxemos um vídeo gravado médico e especialista Dr. Lucas Fustinoni, onde é comentado quais são:

https://www.youtube.com/watch?v=tbwix_aLkxk

O efeito shedding é um dos primeiros que pode aparecer e ele pode ser muito angustiante para o paciente, sobretudo quando a utilização do medicamento não foi bem orientada pelo médico – e justamente por conta disso é importante frisar que toda utilização de medicamentos deve ser acompanhada.

Esse efeito costuma aparecer já nas primeiras semanas do tratamento com Minoxidil e consiste na queda acentuada de cabelos. Ora, você deve se perguntar: se o medicamento serve para que meus cabelos parem de cair e voltem a crescer, por que ele tem esse efeito colateral?

A resposta é simples: a queda se deve à troca de fios, não à perda. O medicamento estimula a dilatação do folículo capilar e, além disso, detecta qual fio não irá mais crescer, expulsando-o.

Aí, dentro do folículo, ele propicia a geração de um novo fio de cabelo, muito mais saudável e apto para o crescimento. Da mesma forma ocorre nas sobrancelhas e também na barba.

A irritação, descamação e coceira no couro cabeludo e demais regiões em que o medicamento for aplicado também pode ser um dos seus efeitos colaterais – e esses não são raros.

Dores de cabeça, palpitação e taquicardíaca também são efeitos colaterais passíveis de acontecer e acometem cerca de 2% dos seus usuários.

Por conta disso tudo, é essencial e absolutamente recomendável que você sempre esteja acompanhado por um médico de sua confiança no momento que optar por fazer uso do Minoxidil.

O Minoxidil precisa de receita?

Como todo e qualquer medicamento, o Minoxidil só deve ser utilizado sob a prescrição de um médico.

No caso deste medicamento em si, recomenda-se que o seu uso seja orientado, prescrito e acompanhado por um dermatologista, que é o especialista em comportamento, crescimento e queda de pelos e cabelos.

É importante também frisar que a concentração do medicamento pode variar conforme o sexo da pessoa que irá utilizá-lo.

Portanto, a mesma formulação não pode e não deve ser compartilhada por parceiros, amigos ou familiares, sob o risco de complicações e reações adversas.

Existe idade mínima para usar Minoxodil?

Somente o médico especialista pode fazer qualquer recomendação neste sentido, mas, normalmente, o medicamento não é prescrito para menores de 18 anos, sobretudo porque não existem estudos que assegurem que é viável, seguro e eficaz o tratamento feito com a substância em crianças e adolescentes.

No entanto, pode ser que em alguns casos o medicamento possa ser válido para este público, devendo, portanto, ser avaliado o paciente, seu histórico e o estágio da queda de cabelo ou pelo de forma individual.

Assim, vale a pena buscar a opinião médica sempre que necessário a fim de determinar qual a idade mínima para a utilização de Minoxidil e de qualquer outro medicamento que seja recomendado para o crescimento de cabelos e pelos.

Pode-se dormir com Minoxidil no cabelo?

Por conta da apresentação do Minoxidil, geralmente em formato líquido, não se deve aplicar o medicamento imediatamente antes de ir para a cama dormir.

Quando isto é feito, normalmente o medicamento acaba se espalhando no travesseiro, possibilitando que outras partes do rosto também entrem em contato com a formulação, podendo fazer com que folículos do rosto também possam ser estimulados pelo remédio.

Assim, para uma utilização completamente segura, recomenda-se fazer a aplicação do Minoxidil pelo menos duas horas antes de ir dormir, de forma a possibilitar que o medicamento seja totalmente absorvido pelo couro cabeludo.

Em quanto tempo o Minoxidil começa a fazer efeito?

Os resultados do Minoxidil costumam aparecer entre os seis e os doze primeiros meses de sua utilização. Por conta dessa particularidade do medicamento é que se faz tão importante o acompanhamento médico, que pode determinar a frequência das aplicações, a forma de aplicação e, ainda, a concentração do medicamento.

Recomenda-se que não se faça qualquer uso diferente daquele recomendado pelo médico, ainda que seja para fins de acelerar os efeitos da aplicação do medicamento.

Essa atitude pode causar a exacerbação de efeitos colaterais que antes não eram percebidos e até mesmo, em casos mais complexos, o agravamento do efeito shedding.

Portanto, na hora de fazer a utilização de Minoxidil informe também outros médicos que possam acompanhar seu estado de saúde. Assim é possível avaliar quais são os medicamentos que podem interferir também na eficácia do Minoxidil, alterando, inclusive, seus efeitos.

Resultados do Minoxidil: antes e depois

Trouxemos uma foto que pode demonstrar claramente os efeitos positivos do uso do Minoxidil.

No entanto, os resultados dependem da utilização que é feita, da concentração, do tempo de uso e da forma de aplicação.

Portanto, antes de fazer a utilização do Minoxidil é indispensável buscar auxílio médico, a fim de identificar de que forma o medicamento deve ser utilizado para garantir seus melhores efeitos.

minoxidil antes e depois no cabelo
Imagem retirada do site: https://www.informebrasil.com.br/Minoxidil-opcao-para-crescimento-de-cabelos-do-corpo-aprenda-usar/

Conheça nossa linha completa de produtos para cabelos e faça sua encomenda! Entregamos para todo o Brasil!

Conclusão

Conforme vimos, o Minoxidil é um medicamento e um tratamento de padrão ouro para:

  • Queda de cabelo;
  • Calvície;
  • Reparação de falhas de preenchimento de barba;
  • Recuperação de falhas e crescimento de sobrancelhas;
  • Correções que possam ser necessárias em outras partes do corpo com pelos.

A sua utilização, como de qualquer outro medicamento, requer acompanhamento de um médico especialista e responsável, que irá te auxiliar em todas as etapas do tratamento.

Se você já recebeu a indicação de utilizar Minoxidil para tratar qualquer um dos efeitos mencionados, a NathFarma é uma farmácia de manipulação de excelência e qualidade, e está disponível para fazer a sua formulação.

Fale conosco agora mesmo e garanta um medicamento genuíno para o seu tratamento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Instagram
Rolar para cima