Blog Nathfarma

Remédio para compulsão alimentar

Remédio para compulsão alimentar: quando é indicado tomar?

Tomar um remédio para compulsão alimentar pode ser uma alternativa para contribuir com a restauração da saúde mental e física das pessoas para as quais a alimentação se tornou um problema. Conheça tudo sobre esse transtorno e sobre remédios que podem ajudar!

É fato: com o isolamento social, uma a cada cinco pessoas ganharam peso, conforme indica um estudo conduzido pela USP. 

Mas quando é que o ganho de peso e o excesso de alimentos se torna um problema que exige não só atenção, mas acompanhamento médico?

Veja, agora, um pouco mais sobre o que é esse transtorno que vem se tornando cada vez mais frequente, qual o remédio para compulsão alimentar e como buscar ajuda quando você identificar que a sua relação com a comida se tornou um problema. 

A NathFarma conta com o melhor remédio para compulsão alimentar. Conheça-o agora e converse com seu médico!

Remédio para compulsão alimentar: como age no organismo?

A ação do remédio para compulsão alimentar se dá através da estabilização do humor associada com o aumento da sensação de saciedade. 

Ainda que não previna crises de compulsão alimentar, o medicamento pode contribuir com o equilíbrio emocional, nos permitindo reconhecer não só o momento em que sentimos fome como aquele em que sentimos a necessidade de comer.

Além disso, o remédio para compulsão alimentar contribui com a sensação de saciedade, que nem sempre é sentida de forma adequada por aquelas pessoas que têm o transtorno alimentar.

O que é compulsão alimentar?

Entenda o que é compulsão alimentar

A compulsão alimentar é um transtorno alimentar, que causa uma desordem mental em que passamos a sentir não fome, mas o impulso de comer. 

Sendo um impulso, e não uma sensação de que devemos nos alimentar, acabamos por comer de forma excessiva.

Quando associada a um estado de ansiedade, a compulsão alimentar pode nos levar a comer como uma saída para a sensação de ansiedade, o que acaba ainda por agravá-la, já que muitas vezes também está associada ao sentimento de culpa por ter comido.

Saiba mais: Vitamina para Cansaço Físico e Mental: Descubra como Aliviar

O que pode causar uma compulsão alimentar?

A compulsão alimentar pode ser causada por uma série de fatores, que vão do estresse a uma crise mais proeminente de ansiedade.

Além disso, outros fatores podem estar relacionados, como o relacionamento que temos com a comida e com as pessoas que estão emocionalmente ligadas ao alimento, estresse, problemas no trabalho, problemas familiares, sensação de antecipação ou cansaço, em excesso.

Seja qual for o estopim para a crise de compulsão alimentar, vale sempre registrar que é fundamental buscar apoio médico e especializado, sobretudo porque os transtornos alimentares têm tratamento, bem como aquilo que pode desencadeá-los.

O que pode causar uma compulsão alimentar?

Estresse

Momentos de estresse podem desencadear crises de compulsão alimentar à medida que aumentam a produção de um hormônio chamado cortisol, que está relacionado à questões de saúde como obesidade e até mesmo diabetes.

Além disso, situações estressantes tendem a aumentar a nossa ansiedade, o que está também diretamente relacionado à compulsão alimentar.

Não é incomum que pessoas com transtornos alimentares também busquem conforto ou redução das suas frustrações na comida, desencadeando, assim, uma relação problemática com os excessos.

Dessa forma, o estresse está relacionado à compulsão alimentar à medida em que, uma vez estressados, tendemos a comer de forma descontrolada e para além da fome como uma maneira de atenuar nossas questões emocionais descompensadas. 

Saiba mais: Orlistate emagrece? Descubra quem pode tomar e os cuidados

Sinais de compulsão alimentar

Problemas com autoestima

Os problemas com a autoestima podem gerar um profundo sentimento de desamparo, que pode motivar um evento de compulsão alimentar, justamente pela sensação de conforto que a comida proporciona.

No entanto, problemas com aceitação podem ser acentuados à medida que os eventos de compulsão alimentar se repetem, sobretudo porque, de modo geral, podem ser acompanhados por momentos de culpa elevada, o que acaba por motivar ainda mais o isolamento e a crise com a relação com os outros.

Ansiedade

A ansiedade é também uma das maiores motivadoras da compulsão alimentar, sobretudo porque ela se relaciona diretamente com as expectativas que construímos ao redor das mais diferentes situações da nossa vida, que não necessariamente dependem do nosso esforço ou da nossa dedicação.

Sendo assim, ela acaba por criar um estado de antecipação, que, para uma pessoa que sofre com transtornos alimentares, pode desencadear uma crise de compulsão alimentar. 

Sinais de compulsão alimentar

Os principais sinais de compulsão alimentar estão relacionados com o aumento da ansiedade e da comida sendo direcionada como uma solução para aplacar a sensação de antecipação constante.

Estar atento a eles é fundamental, sobretudo quando estamos já comendo excessivamente, isto é, sem a fome ou sem a vontade de comer.

Como diagnosticar compulsão alimentar

Como a compulsão alimentar é diagnosticada?

A compulsão alimentar é normalmente diagnosticada por um médico psiquiatra, que deve avaliar quais são os sintomas, sua frequência e os sentimentos que decorrem de uma crise.

Muitas vezes, a compulsão está relacionada com algum outro evento ou distúrbio, como bipolaridade ou depressão, que devem ser também acompanhadas por um médico especialista.

Ademais, vale sempre reforçar que a compulsão é diferente de comer excessivamente em momentos isolados da vida, como em uma festa em que uma grande quantidade de alimentos gostosos são oferecidos.

A compulsão está ligada com o ato de comer desenfreadamente, sem que exista apetite de fato e sem que seja um evento em especial e, sobretudo, com os sentimentos que são observados nesses momentos, como culpa, tristeza, ansiedade ou estresse.

Quando é indicado um remédio para compulsão alimentar?

O remédio para compulsão alimentar se torna indicado quando, por si só, não se consegue nem controlar e muito menos identificar quais são os momentos que antecedem uma crise e devem, necessariamente, ser prescritos pelo médico que está acompanhando a sua situação de saúde.

Quando se faz necessário um remédio para compulsão alimentar, vale salientar que o processo terapêutico é igualmente válido, devendo, portanto, o paciente ter a atenção de um psicólogo.

A NathFarma conta com o melhor remédio para compulsão alimentar. Conheça-o agora e converse com seu médico!

Conclusão

A compulsão alimentar é um distúrbio que deve ser considerado como sério e que necessita de atenção médica. 

Atualmente existe remédio para compulsão alimentar que, quando associado ao acompanhamento psicológico, surte efeitos rápidos, controlando o transtorno alimentar e restaurando a qualidade de vida de quem sofre com essa situação de saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Instagram
Rolar para cima