Blog Nathfarma

acido kojico

Ácido kójico: Benefícios, dicas de uso e qual o melhor

O ácido kójico é o queridinho entre os dermatologistas para prevenir manchas escuras na pele, inclusive aqueles pontinhos pretos causados pelo sol!

Você provavelmente já conhece – e provavelmente usa – os ácidos glicólico e salicílico em sua rotina de cuidados com a pele, mas existe um outro ácido um tanto fora do radar que também merece a nossa atenção: o ácido kójico!

Ele é um ingrediente de origem natural, retirado de cogumelos (vamos falar mais sobre isso) e é excelente no desbotamento de hiperpigmentação e descoloração, também conhecidas como manchas escuras.

Funciona bem sozinho e quando combinado com outros ingredientes clareadores, sem falar que também atua como antioxidante.

Quer saber mais sobre esse ácido maravilhoso? Acompanhe!

Conheça toda a linha de tratamento para manchas na pele da NathFarma!

O que é e para que serve o ácido kójico

Como falamos no início do texto, os cogumelos são a fonte do ácido kójico, um subproduto de vários fungos que também ocorre como resultado da fermentação de certos alimentos asiáticos, como o molho de soja e o vinho de arroz.

Ao contrário de outros ácidos que atuam dissolvendo as ligações entre as células e esfoliando a pele, o kójico atua inibindo a produção de pigmentos.

Ele também tem o benefício adicional de funcionar bem quando combinado com outros ingredientes clareadores da pele, como, a hidroquinona, comumente prescrita por dermatologistas.

Por outro lado, o este ácido também funciona bem por conta própria e é uma ótima alternativa para quem não tolera ou não quer usar a hidroquinona mais potente.

Como age o ácido kójico

Como age o ácido kójico e 5 benefícios para sua pele?

A ciência por trás de como o ácido kójico funciona como agente clareador envolve seu efeito na produção de melanina.

A melanina é um pigmento natural do corpo que dá cor aos olhos, cabelo e pele. Um aminoácido chamado tirosina é necessário para apoiar a produção de melanina.

O ácido funciona bloqueando a formação de tirosina, o que evita a produção de melanina. A diminuição da produção de melanina pode ter um efeito clareador na pele.

O ácido kójico é mais comumente usado em produtos cosméticos, como cremes, loções e soros. Também é usado em alguns sabonetes. Muitos produtos com este ácido devem ser usados ??nas mãos ou no rosto.

Os benefícios do uso de produtos contendo ácido kójico podem incluir o seguinte:

  • Efeito rejuvenescedor e antienvelhecimento: produtos que contêm este ácido podem iluminar a pele, o que pode melhorar a aparência de manchas senis e danos causados ??pelo sol. A redução das manchas escuras pode ter um efeito anti-envelhecimento.
  • Ação clareadora:  também pode ser útil para diminuir o melasma, que é o escurecimento da pele devido à gravidez. O ácido kójico também é útil para clarear manchas causadas pelo sol.
  • Diminuir a aparência das cicatrizes: também pode reduzir a descoloração das cicatrizes. Embora o ácido não melhore a espessura do tecido cicatricial, ele pode reduzir a pigmentação escura associada a certos tipos de cicatrizes. Clarear a cicatriz pode torná-la menos perceptível.
  • Benefícios antifúngicos: acredita-se que o este ácido também tenha alguns benefícios antifúngicos. Pode ser útil na prevenção e tratamento de certas infecções fúngicas, como pé de atleta e infecções por fungos.
  • Efeitos antibacterianos: o ácido kójico também pode fornecer benefícios antibacterianos. Pode ajudar a diminuir as chances de desenvolver tipos comuns de infecções bacterianas da pele e espinhas inflamadas.

    Conheça agora os melhores séruns antienvelhecimento!

Como usar ácido kójico: cuidados e contraindicações

Para quem possui uma pele mais resistente, o ácido kójico pode ser utilizado todos os dias, sem problema algum.

Se sua pele é sensível, a recomendação é não usá-lo diariamente no início; em vez disso, inclua produtos à base deste ácido em sua rotina, apenas uma ou duas vezes por semana, para garantir que sua pele possa tolerar o ingrediente. 

Também vale lembrar que quando utilizado todos os dias durante longos períodos, o este ácido pode tornar a pele mais sensível que antes e deixá-la intolerante ao sol.

A dermatite de contato é o efeito colateral mais comum do ácido kójico. Pode se manifestar como vermelhidão, irritação, coceira, erupções cutâneas, inchaço cutâneo ou dor e desconforto. 

A dermatite de contato é mais comum em pessoas com pele sensível ou em indivíduos que usam um produto com concentração superior a 1 por cento deste ácido. Interrompa o uso se estiver reagindo a um produto que contenha este ácido.

Com o tempo, o uso prolongado de ácido kójico pode tornar sua pele mais suscetível a queimaduras solares. Lembre-se disso e preste atenção especial ao uso de protetor solar ou roupas de proteção.

De qualquer forma, devemos lembrar que o uso deste ácido deverá ser feito no período noturno, antes de dormir e retirado por completo pela manhã.

Utilize sabonetes de limpeza profunda e água micelar para retirar todo o produto da pele e finalize com um filtro solar com fator de proteção maior que 50.

melhor ácido kójico

Afinal, qual o melhor ácido kójico?

Existem diversos produtos e séruns de ácido kójico no mercado, com preços muito acessíveis e qualidade garantida.

Antes de comprar, no entanto, você precisa verificar a concentração de ácido kójico presente no produto. Muitos séruns de alta potência possuem concentrações altas do ácido e podem acabar prejudicando a pele, ao invés de clarear e melhorar.

A recomendação mais frequente dos dermatologistas é que você utilize apenas ácidos manipulados na pele, já que dessa forma é possível controlar e regular a concentração aplicada, o que é impossível fazer com produtos pré-fabricados.

Os séruns de ácido kójico são encontrados com preços que variam entre R$65 e R$396, dependendo da concentração. 

Em caso de concentrações maiores, para tratamentos mais curtos, o ideal é que o dermatologista indique a concentração de ácido kójico específico para a sua pele, que pode chegar a 30%! Nesses casos, o sérum deste ácido deverá ser manipulado.

Conclusão

O ácido kójico pode ser útil para pessoas que apresentam manchas escuras na pele devido a danos causados ??pelo sol, envelhecimento ou cicatrizes. No entanto, algumas pessoas com certas doenças de pele ou alergias podem ser aconselhadas a não usar esse ácido.

É sempre melhor falar com um dermatologista para garantir que o uso de produtos que contenham ácido kójico seja seguro para a sua pele.

Um dermatologista também pode fornecer recomendações sobre produtos específicos, incluindo a frequência de uso e a força da concentração.

Algumas pessoas podem ver os resultados após algumas semanas, embora possa demorar mais em certas situações. Produtos que contêm esse ácido só podem ser recomendados para uso por um breve período.

É muito importante que, antes de utilizar o ácido, você consulte o seu dermatologista e siga as instruções de uso, conhecendo os riscos do produto – afinal, um ácido é sempre um ácido, que pode tanto beneficiar, quanto prejudicar a pele, caso seja usado de forma errada.

Pessoas que desenvolvem erupção na pele ou irritação ao usar produtos que contêm este ácido devem parar de usá-los imediatamente. Se os sintomas não desaparecerem em alguns dias, volte ao seu dermatologista.

Conheça agora os melhores séruns antienvelhecimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Follow by Email
Instagram
Rolar para cima